5 Dicas de SEO para Evitar um Posicionamento Ruim no Google

 

Alguma vez você já investiu em um site que não trouxe visibilidade para sua empresa e que não é encontrado em uma boa posição pelo Google? Não sabe o que é aparecer na primeira página de resultados? Isso precisa mudar! Não ter um bom posicionamento no Google pode prejudicar a confiabilidade do seu negócio, além de diminuir as vendas e a possibilidade de encontrar novos negócios. Por isso vamos falar sobre esse assunto! Entenda como o Google funciona e veja 5 dicas de SEO para evitar um posicionamento ruim no Google.

 

 

 

 

 

 

 

 

Antes de Tudo: Como o Google Funciona?

Ele é um indexador, ou seja, trabalha como um índice. Quando você faz uma busca, você não está buscando algo na rede, e sim no índice de rede. O Google faz isso através de programas chamados “spiders” que saem em busca de links e encontram páginas na internet. As “spiders” seguem os links destas páginas. Assim, buscam pelas páginas para as quais elas apontam, até que elas tenham indexado um belo pedaço da rede. São cerca de bilhões de páginas guardadas em milhares de máquinas.

Vamos ao exemplo prático:

Suponhamos que você busque no Google “empresas que seguem os padrões web”. O Google procura em seu índice cada página que contenha essas palavras-chave que você digitou. Nesse caso existem milhares de resultados dos quais respondem inúmeras perguntas para aparecer nas primeiras páginas de busca, como: “Quantas vezes esta página contém a sua palavra-chave?”, “Elas aparecem no título? No texto? Endereço do site?”, “Esta página inclui sinônimos destas palavras?”, “Esta página é de um site de boa qualidade ou de baixa qualidade?”.

Eis a fórmula que usam para identificar o que vai aparecer na primeira página de busca do Google.

 

Ranking: Dicas de SEO para Evitar um Posicionamento Ruim no Google

Como vimos acima, há todo um processo para a indexação do Google, e você precisa se atentar para alguns pontos essenciais que fazem seu site estar num bom lugar no ranking do buscador para que não aconteça o contrário. Aí vão algumas dicas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 – Palavras-chave estratégicas:

Talvez você esteja utilizando as palavras-chave de modo errado. A palavra-chave precisa, na maioria dos casos, ser algo que uma pessoa vá digitar no Google. É tudo questão de avaliar da maneira correta.

Vamos aos exemplos:

No blog da Visie, temos um artigo com nome Dicas de como ser uma pessoa produtiva, poderíamos ter colocado como palavra-chave “Produtividade é igual sucesso”, mas alguém buscaria isso no Google? Ou é muito mais viável colocar “Dicas de como ser uma pessoa produtiva”, visando esclarecer as dúvidas de pessoas que buscam dicas para melhorar a sua produtividade? Acho que já sabemos a resposta.

Ao observar o artigo, Sistemas Web: o que é importante você saber, a palavra-chave escolhida foi “sistemas web”.

Podemos perceber que as palavras-chave “Sistemas web” se encontram no título, no primeiro parágrafo do texto, e na meta-descrição (resumo do que se trata o artigo na página de busca do Google).

Isso tudo faz com que o SEO esteja num bom nível.

 

2- SEO de Boa Qualidade:

SEO é a sigla para Search Engine Optimization que, em português, é conhecido como Otimização para Mecanismos de Busca. Essa otimização é um conjunto de estratégias que torna possível um bom posicionamento do seu site em resultados de mecanismos de busca.

 

3- Site Responsivo:

Quando falamos de site responsivo estamos tratando diretamente da experiência do usuário. A proposta inicial do Google é oferecer conteúdo de ótima qualidade aos visitantes. Se sua página não oferece uma boa experiência, logo é penalizada.

O buscador do Google dá preferência a sites responsivos. Se o layout da página não funcionar bem quando acessado de diversos tamanhos de dispositivos, perderá espaço no Google. Certifique-se de que o seu site abre corretamente em qualquer tamanho de tela!

 

4- Otimização:

Mesmo que você não entenda muito de tecnologia, é possível melhorar o desempenho de uma página com pequenas ações que causam grande impacto, como, por exemplo, otimizar as imagens. Poucos notam isso, mas algumas imagens são as grandes responsáveis por deixarem o site devagar e com baixa performance.

É possível diminuir o tamanho de uma página em mais de 50% apenas otimizando as imagens. Para isso, é importante que as equipes de conteúdo e tecnologia trabalhem juntas, para identificar quais imagens são mais indicadas para melhorar a performance e usar algumas ferramentas que tiram informações desnecessárias das imagens escolhidas sem danificá-las na qualidade, como:

  1. https://tinypng.com/
  2. http://luci.criosweb.ro/riot/

 

5- Link Building:

Outros sites podem ajudar a melhorar o seu SEO. Como? Com link building, que é basicamente o trabalho de adquirir links de outros sites. O Google analisa o número de links que apontam para outras páginas para determinar a relevância delas. Então, se você deseja melhorar a sua posição no ranking do Google, precisa conquistar links de outros sites, pois, pode acontecer de fazerem menção à sua empresa e negociarem a inserção de um link com os autores do conteúdo. Por que? Os motores de busca tratam os links como se fossem votos e os usam para medir a relevância e popularidade de um site na web.

Após entender como o Google funciona e classifica os sites, e ver 5 dicas de como melhorar o SEO do seu site, está na hora de melhorar a posição do seu site no Google!

Você sabia que o buscador pode ser uma grande fonte para direcionar tráfego e negócios para a sua empresa?

A Visie trabalha com tudo que você precisa para ter um site com ótimo posicionamento no Google.

 

Quer saber mais? Fale com a gente!

 

 

Deixe uma resposta

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *