Você precisa jogar fora seu MVP

jogue fora seu MVP

Conhece o conceito de MVP? Produto mínimo viável. Como falamos muito no nosso canal do YouTube, e também aqui no blog, é preciso fazer software de forma interativa, desenvolvendo partes testáveis aos poucos. Isso é um MVP. Mas um MVP nem sempre é um pedaço do seu produto final, sabia? Veja o vídeo, leia o artigo e entenda porque você precisa jogar fora seu MVP.

Software precisa ser real

Um software precisa ser desenvolvido aos poucos, certo? Assim, o desenvolvedor vai aprendendo com ele, o cliente testa, usuários reais usam, problemas são detectados e solucionados mais rapidamente, evitando retrabalho.

Acontece que nem sempre um MVP é um pedaço do produto final. Mesmo fazendo partes testáveis de um software, ainda existirão erros. Então, o que fazer com eles?

O jeito certo de fazer é entregar valor ao usuário desde o começo! E para isso, as vezes é preciso jogar código fora.

Mas, por que?

Jogue fora seu MVP

Mesmo entregando um projeto interativo, é muito importante que você tenha coragem de mudar de rota e jogar fora o que não serve mais, para substituir pela solução correta.

Sim, é preciso saber quando jogar fora coisas que você desenvolveu. E não, isso não é desperdiçar recursos!

Pois, pior do que jogar fora é, ao finalizar um projeto, descobrir que atendeu ao problema errado.

Aprendizado é o maior valor que o software pode dar! 

Então, se ao desenvolver você detectou erros que precisam ser solucionados com refação ou melhoria, e o código que você jogar fora te fizer aprender, vale a pena.

Portanto, não tenha medo de jogar fora seu MVP, aprenda com isso e resolva os problemas da forma certa desde o início! 

Quer se inscrever em nossa lista e receber conteúdo exclusivo de programação? Clique aqui e inscreva-se.

Por Beatriz Paradela

Deixe uma resposta

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *