Como a internet das coisas impacta seu negócio

Mão com controle remoto diante de tela, representando a internet das coisas

Você já ouviu falar da internet das coisas? Se não conhecia e está ouvindo esse termo pela primeira vez, você provavelmente imaginou “coisas” que já existem no mundo da internet. Mas não.

Porque a internet das coisas vai muito além do que já conhecemos e tem um grande poder sobre os negócios. Continue lendo e descubra por quê!

 

O que é e quando surgiu a internet das coisas?

O conceito foi criado em 1999, por Kevin Ashton, um pioneiro tecnológico britânico que concebeu um sistema de sensores onipresentes conectando o mundo físico à Internet, em um laboratório (MIT) onde se realizavam pesquisas no campo de radiofrequências e tecnologias de sensores.

Assim, após muitas pesquisas, Kevin percebeu que a internet, sendo usada em todo seu potencial e conectada a vários objetos, poderia ter um poder incrível.

Por isso, internet das coisas nada mais é do que a conexão avançada de dispositivos, sistemas e serviços que vai além da conexão tradicional máquina x máquina, e passa a ser dispositivos x máquina com interação humana.

 

Que objetos super conectados são esses?

Trazendo a internet das coisas para exemplos reais, não é um conceito futurista, pois já está presente em nosso cotidiano.

Quer alguns exemplos? Smart TVs, smartwatches, sistemas de monitoramento, entre outros.

Há também recursos mais avançados da internet das coisas, empresas que foram muito mais a fundo. Veja só:

Nest

Nest é uma empresa que desenvolve dispositivos inteligentes para casas e escritórios.

E os produtos que mais trouxeram visibilidade à empresa foram os termostatos e detectores de fumaça, que são capazes de se integrar aos smartphones.

O termostato ajuda a regular a temperatura do local automaticamente. E pode, inclusive, aprender a rotina do usuário, para assim fazer adequações condizentes com o dia-a-dia da pessoa.

Termostato inteligente da Nest

 

 

 

 

 

 

 

 

Phillips

Esta empresa tão conhecida possui uma divisão exclusiva para o desenvolvimento de lâmpadas LED inteligentes.

Além de bonitas, as “Hue”, como são chamadas, são capazes de mudar a intensidade e cores da iluminação para deixar o ambiente mais confortável para cada situação.

Tudo através de controles e configurações feitas por um smartphone.

Lâmpadas Philips Hue

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E como a internet das coisas pode impactar o seu negócio?

Todas as áreas de uma empresa já estão sendo (ou serão em breve) afetadas positivamente pela internet das coisas.

Desde recursos humanos, até administração, financeiro, suporte e, principalmente, o marketing.

Portanto, há diversos sistemas de gerenciamento de processos que facilitam gerir projetos com muitos desenvolvedores envolvidos, integrando departamentos de uma empresa e notificando de forma organizada e eficaz.

Por isso, com soluções cada dia mais modernas, será muito mais fácil integrar setores, avaliar métricas de desempenho e encontrar formas de fortalecer negócios.

Além de facilitar a comunicação com o cliente através de novos canais de interação.

Então, toda empresa que se aprofundar agora nessa tecnologia vai sair na frente em usá-la com maestria.

E aí, você está pronto para se integrar à internet das coisas?

 

Por Beatriz Paradela

 

Deixe uma resposta

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *