Scrum: Como Parar de Perder Tempo em seu Negócio?

Há algumas semanas estamos falando bastante sobre uma maneira de trabalhar que mudou a realidade do nosso negócio: o Scrum! Mas, para tudo dar certo nele, é preciso saber lidar com o fator TEMPO, o maior limitador dos projetos humanos. Ele afeta praticamente tudo: o quanto trabalhamos, quanto houve de demora para a entrega de tarefas, o nível de sucesso no projeto e também a vida pessoal.

Um dos motivos para o tempo ser nosso maior limitador é o fato de que a nossa concentração é extremamente baixa. Ainda que passemos mais horas do que precisamos no trabalho, não somos capazes de estimar o tempo correto que cada tarefa levará. E isso serve para TODAS as pessoas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E o valor do tempo é muito bem percebido nos sprints, onde são realizadas as tarefas dentro do prazo determinado.

SPRINT: O Tempo no Scrum

A grande frase que define o Scrum é “a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo”. Mas, por quê? E como?

Uma das essências do Scrum é o sprint, que são os ciclos nos quais a equipe estipula a quantidade de trabalho a ser realizado e quanto tempo cada tarefa levará. Em inglês, sprint significa ir a toda velocidade por um breve período de tempo.

 

O tempo é a chave para o sucesso ou fracasso do sprint, pois, a cada determinado número de semanas definidas pela equipe todos mostram para as pessoas o que estavam fazendo e o que deu certo ou não em uma demonstração aberta na qual todos que quiserem podem comparecer. Isso acaba fazendo com que o grupo queira desenvolver coisas boas e com rapidez! E, além disso, o feedback é imediato e não demora meses ou até anos para serem dados.

 

O quadro do sprint é dividido por colunas: “a fazer”, “fazendo” e “feito”. E dessa forma todos da equipe podem acompanhar o andamento das tarefas. A ideia (e dever) do grupo é que se a tarefa foi colocada no quadro, ela deve ser fixa e deve ser muito bem feita. Pois qualquer mudança inesperada no sprint pode diminuir consideravelmente a velocidade do trabalho da equipe.

 

 

 

 

 

 

 

A Reunião Diária

Todos os dias, em um horário definido pela equipe, todos se reúnem em frente ao quadro do sprint para avaliarem o andamento do projeto definido para aquele período. O Scrum master, encarregado do comando do processo, faz as seguintes perguntas para cada integrante do grupo:

1- O que foi feito por você ontem para ajudar a equipe a concluir o sprint?

2- O que você fará hoje?

3- O que tem lhe atrapalhado?

O objetivo é que cada um, ao expor suas dificuldades e o tempo que ainda levará para eliminá-las, receba auxílio de outra pessoa que sabe como fazer determinada tarefa em menos tempo, se manifestando, oferecendo ajuda e, assim, a tarefa que levaria um dia poderá ser realizada em uma hora, se for trabalhada por mais pessoas. Para isso, a equipe precisa querer ser excelente.

 

Conclusão

O tempo muda a forma como você vê a vida, e por isso afeta em tantas áreas. Depois de participar de algumas reuniões diárias e sprints, você para de enxergar o tempo como uma seta apontando para o futuro e passa a vê-lo como algo cíclico. Cada sprint é uma oportunidade de criar algo novo e cada dia é uma chance de melhorar a qualidade da realização da tarefa e o tempo que ela levou para ser finalizada.

O tempo define sua vida, portanto, desperdiçá-lo não é muito inteligente. E é isso que torna o Scrum tão revolucionário, o ato de realizar mais em menos tempo, valorizando cada segundo.

 

Deixe a Visie Cuidar do seu Projeto!

A Visie tem trabalhado com o Scrum há bastante tempo e temos percebido muitas mudanças no andamento de projetos. O Scrum, de fato, nos ajudou a entregar projetos de sites com alta qualidade e no tempo adequado para o cliente.

Está precisando de um site, mas não quer um resultado mal feito e que demore mais do que deve? Entre em contato com a gente!

 

Curtiu o conteúdo deste artigo? Compartilhe nas redes sociais!

 

Deixe uma resposta

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *