Marketing de conteúdo B2B e B2C: quais as principais diferenças?

O Marketing de conteúdo possui vários formatos, mas, naturalmente, não é pensado da mesma forma para todos os mercados, concorda? Isso porque a estratégia do Marketing de conteúdo B2B e B2C depende do público-alvo de cada um e dos objetivos da empresa para ter sucesso. 

A segmentação nunca foi tão importante como nos dias de hoje, por isso, é essencial saber qual tipo de público seu negócio deve atingir e como.

Quer saber quais as principais diferenças do Marketing de conteúdo em cada mercado e como ter resultados positivos em ambos?

Continue lendo este artigo e descubra!

Quais as diferenças entre os dois mercados, B2B e B2C? 

Antes de tudo, precisamos entender isso, para então discutirmos qual o Marketing de conteúdo ideal para cada um deles e descobrir o principal ponto que torna os dois distintos.

Primeiramente, vamos ao significado original. Do inglês, os termos são:

  • B2B: Business to Business (venda de uma empresa para outra);
  • B2C: Business to Consumer (venda de uma empresa para o consumidor, pessoa física).

Nisso, já conseguimos identificar que, o público alvo de uma empresa que atende outra, certamente é diferente de negócios que tem como foco pessoa física.

Dentre tudo isso, há alguns pontos importantes para prestarmos atenção. Existem alguns fatores específicos que diferenciam o Marketing de conteúdo B2B do B2C.

Canais de comunicação

Um deles é o uso dos canais de comunicação. Eles podem ser os mesmos, afinal, hoje em dia eles são facilmente adaptáveis para todo tipo de conteúdo. 

O que deve mudar é a forma que eles são usados. Enquanto no B2B a segmentação é muito mais específica, o B2B é um pouco mais geral, para a “massa”.

Assim, o B2B deve transmitir autoridade e especialização, enquanto o B2C precisa ser acessível e ganhar volume de pessoas interessadas no serviço ou produto.

Relacionamento na negociação

Outro fator importante que diferencia os dois tipos de negócios é o relacionamento entre cliente e empresa

No B2C, que tem como foco consumidor final, a relação é mais direta e a possibilidade de entrada e saída de clientes é maior. Isso porque num dia a pessoa compra determinada marca, no outro pode escolher a do concorrente sem nenhum empecilho.

Enquanto no B2B, que tem como foco outras empresas, o relacionamento é com a persona, que é o tomador de decisões. Neste mercado as negociações costumam vir em grande escala, por isso a importância da segmentação correta para evitar grandes prejuízos.

Ciclo médio de vendas

Outro ponto que difere nos dois tipos de negócios é o ciclo médio de vendas. Afinal, decisões coletivas levam muito mais tempo do que as individuais, certo?

Quando uma empresa resolve contratar um software de outra empresa (B2B), por exemplo, é necessária a aprovação de toda uma equipe para o projeto acontecer, enquanto para uma pessoa física (B2C) a decisão de contratar determinado serviço ou comprar um produto é bem menos complexo.

Por esse motivo, o tempo de nutrição de leads e educação do mercado se tornam diferentes para cada negócio.

Decisões baseadas em razão e emoção

Por último, outro fator que queremos que você conheça é o critério de decisão. Ele muda muito quando comparadas as vendas no B2B e B2C. 

Tem um pouco a ver com o que falamos no tópico acima. Ao passar por muita gente, é necessária a aprovação de cada compra, e é preciso argumentar porque o projeto/produto A é mais vantajoso que o projeto/produto B. E isso leva tempo! Ou seja, no B2B as decisões são tomadas pela razão em sua maioria.

Enquanto no B2C tudo funciona mais na base da emoção. O cliente não precisa justificar os motivos de sua compra pessoal, e muitas vezes consome até mesmo algo que não pensou antes de adquirir.

Nesse caso, fatores como recomendações de amigos e familiares e força da marca ajudam na negociação do B2C.

Marketing de conteúdo B2B e B2C

O que vou te falar agora pode até parecer meio clichê, mas é muito mais relevante do que você pensa. 

Independente do tipo de negociação, seja B2B ou B2C, ambos mercados hoje em dia estão buscando por credibilidade e conforto. 

E uma forma de passar isso para os clientes hoje em dia é através de conteúdo relevante na internet

Agora, como diferenciar o Marketing de conteúdo de cada um deles? Pela linguagem.

Exemplos de empresas

Um exemplo clássico de B2C é o Nubank

O slogan deles é “finalmente você no controle do seu dinheiro”. Possuem uma linguagem descomplicada, informal, e além da linguagem, oferecem um serviço descomplicado. 

Até porque, ninguém gosta de muitas burocracias hoje em dia, né? Com este apelo de facilidade, qualidade, praticidade e transparência, a Nubank ganhou o coração de seus consumidores. 

Além disso, possuem um blog recheado de artigos sobre o mundo financeiro; com dicas, notícias e novidades que podem auxiliar seus clientes. 

Eles descobriram o segredo para transmitir toda a mensagem que querem da forma certa. 

Sua empresa também pode!

Agora, um exemplo de B2B é a RD Station que oferece ferramentas para gerenciar e automatizar ações de Marketing Digital. 

Sua linguagem é específica para profissionais já do mercado, apresentando um conteúdo completamente informativo de como as empresas vão se beneficiar ao contratar seus serviços, juntamente aos resultados e cases de sucesso para gerar autoridade.

Sem dúvidas, o conteúdo é uma das melhores maneiras de gerar, nutrir e converter leads em clientes em ambos mercados. 

Por isso, o Marketing de conteúdo é válido para os dois. Tanto pessoas quanto empresas sentem maior conforto em comprar após ver conteúdos relevantes e de credibilidade!

O poder do conteúdo veio pra ficar, não fique pra trás

É ele quem domina a internet atualmente. O conteúdo é rei

Após ler bons textos com alto valor informativo sobre tudo que será entregue de benefícios, seja no projeto ou produto que esteja comprando, o consumidor/empresa com certeza sairá mais convencido de que sua empresa tem autoridade no assunto e é a melhor escolha que podem fazer.

Portanto, estude seu público-alvo a fundo, busque saber que tipo de conteúdo eles gostam de receber, planeje-se e produza informação rica sobre seus serviços ou produtos. 

Assim, você terá sucesso no seu mercado, seja ele B2B ou B2C!

Falando nisso…

Se você deseja receber conteúdos nossos por e-mail, preencha o formulário abaixo e inscreva-se na nossa lista! Não se preocupe, não são muitos e-mails e não tem propaganda (nós prometemos!).

Por Beatriz Paradela

Deixe uma resposta

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *