Como criar um e-commerce?

criar um e-commerce

Investir no ambiente virtual para vender tem sido uma alternativa cada vez mais rentável. Entretanto, antes de criar um e-commerce, é importante entender bem o que é, como funciona e quais são os pontos de atenção para a implantação em seu negócio. 

Entenda o que é e-commerce

E-commerce é um meio eletrônico pelo qual são comercializados produtos ou serviços. Entretanto, não é todo tipo de venda na internet que pode ser caracterizada como e-commerce, mas aquelas em que a empresa tem sua própria loja.

Existem os sites onde várias empresas disponibilizam seus produtos para venda. Isso não é e-commerce e sim marketplace. Eles são interessantes quando uma pessoa quer vender alguns artigos que não usa mais, por exemplo, ou quando vende esporadicamente.

Mas para empresa, o marketplace também funciona apenas em momentos de teste, quando o empresário quer saber como será a aceitação do seu produto e, portanto, ainda não está no momento de montar sua própria loja virtual.

Entretanto, quando a empresa já tem produtos e públicos definidos, é muito mais interessante criar um e-commerce para o seu negócio do que fazer uso de plataformas de terceiros! Isso porque um e-commerce próprio oferece recursos que são benéficos para o aumento das vendas.

Portanto, o e-commerce proporciona mais liberdade para o negócio, pois permite a criação de layout próprio, a inclusão de ações promocionais e ajuste do site conforme o perfil da empresa e do cliente. Por isso, neste artigo vamos falar do que é preciso saber antes de criar um e-commerce. 

Identifique o tipo de e-commerce que você vai criar

É para vender produtos no atacado ou no varejo? Para atender empresas ou o consumidor final? Se você quiser saber mais sobre os tipos de e-commerce disponíveis, veja este artigo com a descrição do 5 tipos de e-commerce e como funcionam.

Essas informações são importantes porque, ao identificar o tipo de e-commerce, você poderá ajustar a sua estratégia e preparar o site conforme a necessidade do negócio. Neste artigo explicamos como os pequenos e-commerces podem superar os grandes, com a personalização do seu site: “Tem um e-commerce? Não copie os grandes!

Consequentemente, se for e-commerce de produto para consumidor final, seu site precisa ter integração com controle de estoque, por exemplo. Para não correr o risco de faltar produto quando vários clientes comprarem em um intervalo curto de tempo.

Isso já não acontece com a venda de produtos digitais. Mas, neste caso, é preciso tomar cuidado com a pirataria, através de medidas que evitem que o seu produto seja copiado.

Invista na segurança ao criar um e-commerce

É preciso garantir ao seu comprador que o site é confiável e que os dados dele estarão seguros no momento da transação comercial. Por isso é fundamental que o site tenha Certificado de Segurança SSL, que é quando o endereço começa com https.

Esta é uma proteção extra que garante que terceiros tenham acesso às informações cadastradas e que, portanto, o site é seguro para fornecer dados bancários e pessoais no momento da compra.

Também é importante que a transação comercial seja segura. Tanto para o interessado na compra quanto para a sua empresa. Para isso, recomendamos que você utilize intermediadores para o processo de cobrança, como o PagSeguro, por exemplo.

Pois assim você protege o seu negócio de possíveis fraudes e ainda transmite segurança para o comprador, que entenderá que o seu negócio é sério.

Se você quiser mais dicas sobre como evitar fraudes ao criar um e-commerce, assista a este vídeo:

Faça um bom marketing digital

Está enganado quem pensa que para criar um e-commerce só precisa montar a loja virtual e catalogar os produtos! Você pode abrir seu negócio assim, mas dificilmente vai ter sucesso nas vendas!

Para fazer do seu e-commerce um bom negócio, seu site precisa ser encontrado pelas pessoas interessadas em seu produto. Então aproveite os recursos do marketing digital! São vários os caminhos que você pode escolher em sua estratégia de marketing, para alavancar os negócios do seu e-commerce!

Um deles é o marketing de conteúdo. Você postar assuntos relacionados aos interesses do seu público em um blog ou mandar e-mails para uma lista específica. Se você vende material de pesca, por exemplo, pode escrever dicas sobre lugares indicados para ir pescar com a família ou os tipos de iscas que facilitam a pescaria, por exemplo.

Também pode ser interessante para o seu e-commerce fazer anúncios pagos no Google e nas redes sociais. Este, inclusive, é um dos caminhos mais rápidos para atrair pessoas para a sua loja virtual. Dá até para criar anúncios personalizados, para que só clique em seu link quem realmente está interessado no seu produto.

Carrinho de Compras - ecommerce

A Visie PMEs pode ajudá-lo a criar um e-commerce

Seja na criação do seu site, no suporte técnico e indicações para garantir a qualidade e segurança do e-commerce, ou na divulgação do negócio através do marketing digital, a Visie PMEs está com você!

Portanto, se você quer criar um e-commerce e ter excelentes resultados com o seu negócio, entre em contato!

Por Joana Kerr

Curtiu o conteúdo deste artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma resposta

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *